<iframe src="//www.googletagmanager.com/ns.html?id=GTM-5R53WF" height="0" width="0" style="display:none;visibility:hidden"></iframe>
29 jan

Cuidados no pós-operatório são fundamentais para evitar queloides

queloideVocê vai fazer uma cirurgia? Ou se machucou e precisa cuidar de uma cicatriz? Então, prepare-se para evitar um queloide. Cuidados simples no período pós-operatório são fundamentais para não sofrer com a formação daquelas cicatrizes em alto relevo que marcam a pele e podem prejudicar o resultado estético da intervenção.

A primeira recomendação é a aplicação de bandanas e fitas de silicone no local da cicatriz. Elas comprimem a região operada, reduzindo o fluxo sanguíneo e evitando a formação de queloide. As fitas de silicone são ricas em óleo mineral, o que ajuda a manter a hidratação da cicatriz, desde que aplicadas por, no mínimo, 12 horas seguidas.

Evitar a exposição solar também é uma recomendação importante, pois o sol provoca inchaço na cicatriz e incentiva a produção de melanina, o que pode escurecer a área.

Outra alternativa são cremes à base de corticóides, que inibem a produção de colágeno, além de géis e pomadas. Para casos mais drásticos, há injeções e outros tipos de terapia, mas o correto é consultar o cirurgião plástico, que terá a melhor solução para o problema.

Cuide da sua pele com o Projeto Mulher
Não sofra com as estrias: saiba como combatê-las corretamente.
Protetor solar: o melhor amigo do verão.

Share this
05 out
12 ago
04 jan

Cuidados para tratar da pele e do cabelo no verão | Projeto Mulher

Antes e depois
Quem pratica atividades aquáticas é preciso tomar alguns cuidados extras para manter os fios saudáveis e bonitos.
Aplique o creme hidratante, antes de entrar em contato com água. O uso da touca de silicone ajuda a manter o produto por mais tempo nos cabelos, diminuindo o contato com a piscina. Logo após o mergulho, lave bem os fios para retirar todos os resíduos do cloro.  A temperatura da água também é um fator que deve ser levado em consideração, pois se ela for muito quente pode prejudicar o couro cabeludo. O uso dos xampus, condicionador e filtro solar é recomendável.

Para proteger o corpo dos efeitos do cloro, a solução mais eficiente é a hidratação. O dermatologista Anderson Bertolini recomenda o uso diário de cremes que, além de hidratar, acalmam a pele. “Eles criam uma barreira contra a ação do cloro e outros produtos químicos prejudiciais a saúde. É indicado o uso de hidratantes após o banho para que a recuperação da pele seja mais rápida”, orientou.

Dicas infalíveis para manter o cabelo e a pele saudável e hidratada:

Cabelos saudáveis por mais tempo
Atenção dobrada aos xampus, alterne o tipo de produto entre os anti-resíduos e o uso diário ao lavar o cabelo. Após retirar todo o excesso, use sempre o condicionador somente nas pontas.
Opte pelos produtos com filtro solar para proteger seus fios.
Lave sempre o cabelo horas antes dormir para ter tempo suficiente para ele secar naturalmente.

Pele a prova d água
Avalie se o seu protetor solar está adequado para a sua idade e também fique atento ao grau de hidratação e de oleosidade. Após a atividade aquática hidrate a pele durante o banho para evitar o ressecamento. Abuse das roupas leves, e principalmente as de algodão. Elas evitam o surgimento de prurido, uma coceira comum que ocorre quando o corpo fica em contato com tecidos de poliéster por muito tempo.

Share this
23 nov

Cuidados com a pele aos 20, 30, 40, 50 e 60 anos | Projeto Mulher

Para manter uma pele bonita e saudável é preciso apostar em prevenção ao longo do tempo. “Isso envolve limpeza, hidratação e proteção solar. Quanto mais cuidados, menos invasivos serão os tratamentos para combater o envelhecimento”, diz a dermatologista Vanessa Penteado, médica da Clínica Pantheon.

  • 20 anos: proteção solar, limpeza e hidratação suave são os pontos mais importantes. A higienização deve ser feita com produtos não agressivos e sem álcool. Além disso, é comum a formação de acne nesse período e, nesses casos, é preciso fazer um tratamento específico de acordo com orientação do dermatologista.
  • 30 anos: proteção solar e hidratação previnem marcas superficiais e mantém a pele com aspecto jovial. É o momento de começar a usar cremes específicos anti-idade e nutrir a pele. Também é possível indicar tratamentos com luz intensa pulsada, infravermelhos e radiofrequência. “Em alguns casos, já há indicação de toxina botulínica que ajuda a minimizar as marcas de expressão”, diz Vanessa. Aliás, este procedimento pode ser indicado antes mesmo dos 30 anos em rostos mais marcados. Outro tratamento propício para essa faixa etária é o preenchimento com ácido hialurônico.
  • 40 anos: hidratação, limpeza de pele e ginástica facial são indicados, além do uso de cremes anti-idade no período noturno. A aplicação moderada de toxina botulínica pode ajudar a amenizar linhas e rugas mais acentuadas e prevenir que a pele fique marcada. “Os lasers fracionados também são ótimos aliados nessa faixa etária”, acrescenta Vanessa.
  • 50 anos: neste estágio, a face já tem uma queda de gordura e, para reverter essa flacidez e estimular o colágeno, são recomendados tratamentos com aparelhos que realizam uma contração da pele, podendo ser indicado um número maior de sessões de laser, infravermelho e radiofrequência. De acordo com os sinais da pele, já é possível pensar em preenchedores com estimuladores de colágeno como o ácido polilático e hidroxiapatita de cálcio.
  • 60 anos ou mais: persistem os cuidados da fase anterior, porém com mais intensidade. Para quem não fez tratamentos preventivos, será necessário recorrer a procedimentos mais invasivos e cirurgias plásticas. Os lasers mais ablativos também podem ser indicados a partir dessa fase.
Share this
11 nov

Até onde você iria para ter um corpo perfeito? | Projeto Mulher

Além de malhar com o Projeto Mulher, muita gente gostaria de ter o rosto da Cléo Pires, outras, as curvas da modelo Gisele Bundchen. Com a evolução da medicina isso, em parte, já pode ser conquistado. A cirurgiã plástica Ana Paula Polato, comenta algumas técnicas capazes de fazer modificações.

  • Blefaroplastia: corrige os aspectos das pálpebras deixando-as sem os excessos de pele, gordura e flacidez muscular.
  • Rinoplastia: é a plástica feita no nariz. Indicado para redução, pessoas que possuem abas laterais abertas; osso saliente e grosso ou modificação, para arrebitar a ponta e deixá-lo proporcional ao rosto.
  • Otoplastia: corrige as orelhas. É mais solicitada na correção das do tipo de abano. A cirurgia dura cerca de uma 1 hora.
  • Ritidoplastia – Lifting Facial: atenua a flacidez da face. Utilizada para ajustar as alterações causadas pela idade, reduz a aparência das linhas e rugas.
  • Implantes de prótese de silicone: o preenchimento pode ser nas mamas, glúteo, queixo e panturrilhas. Existem ainda implantes para região malar (bochecha) e nariz, pouco utilizados em nosso meio.
  • Ginecomastia: reduz o volume mamário dos homens.
Share this

© 2014 Of Memory Hosting. All rights reserved.